OS DERRAMES DE BASALTO DA SERRA DE SANTANA

ANTONIO CHRISTOFOLETTI, JOSÉ PEREIRA DE QUEIRÓZ NETO

Resumo


Neste trabalho procuramos determinar as relações existentes entre a serra de Santana e as suas vizinhas. Determinamos cinco conjuntos de derrames, dos quais o ultimo ocorre somente nas serras do Cuscuzeiro, Itaqueri e no Planalto de São Carlos. Os outros aparecem, também, na serra de Santana: o superior capeia os espigões mais altos, os intermediários sustentam escarpas e o inferior e visível abaixo da estação do Cuscuzeiro. Não encontrando sinais de falhamentos, consideramos a serra de Santana como o resultado de uma evolução geomorfológica. Como os sedimentos que recobrem esse plateau são provenientes de uma sedimentação ocorrida em um clima semi-árido post-cretáceo, o relevo já se aproximava bastante do atual na época da ocorrência do fenômeno.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.