CONTEXTO DEPOSICIONAL E EVOLUÇÃO ESTRATIGRÁFICA DE DEPÓSITOS ARENOSOS PLATAFORMAIS A PARTIR DA CARACTERIZAÇÃO SÍSMICA E DE ELETROFÁCIES, MAASTRICHTIANO DA BACIA DO ESPÍRITO SANTO, BRASIL

Salomão Alencar Serra NUNES, Jorge de Jesus Picanço de FIGUEIREDO, João Paulo Miranda OLIVEIRA, Fábio André PEROSI, Leonardo BORGHI

Resumo


Corpos arenosos de plataforma, como os cordões arenosos (sand ridges), constituem um significativo tipo de reservatório em bacia de margem continental, o que chama atenção para que esses corpos possam ser melhores estudados e caracterizados. Esse trabalho, localizado na região centro-oeste da bacia do Espírito Santo, visa caracterizar esse tipo de depósito, abordando seus atributos geométricos e anatômicos, e interpretar os principais fatores controladores associados à sua origem e evolução, através de uma abordagem baseada nos princípios da estratigrafia de sequências, culminando com a proposição de um modelo deposicional para os mesmos, a partir de dados sísmico 3D, 2D, além de dados de poços, como perfis litológicos, perfis geofísicos e dados cronoestratigráficos. Os sand ridges, do tipo lençol de areia de plataforma, interpretados na área de estudo são caracterizados por refletores positivos de alta amplitude, contínuos, e apresentam uma geometria em lençol. São intercalados por folhelhos caracterizados por refletores negativos de alta amplitude. Por meio dos elementos estratigráficos e deposicionais identificados, assume-se que esses corpos arenosos foram depositados devido a interações entre uma fonte de sedimentos que abastecia a região plataformal, provavelmente, o “paleocânion” de Fazenda Cedro, a dinâmica de avanço e recuo da linha de costa, além de correntes litorâneas e correntes de tempestade, as quais podem ter retrabalhado esses depósitos ao longo da plataforma.


Palavras-chave


Formação Urucutuca; Sand ridges; Interpretação sísmica.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank