Estrutura e dinâmica do fluxo na confluência de grandes rios tropicais: O exemplo dos rios Ivaí e Paraná, PR

José Cândido STEVAUX, André Amâncio FRANCO, Mário Lincoln de Carlos ETCHEBEHERE, Rafaela Harumi FUJITA

Resumo


A dinâmica e a morfologia da confluência dos rios Ivaí e Paraná são estudadas por meio de levantamento eco-batimétrico e por perfilagem de velocidade (ADCP) juntamente com amostragem da carga suspensa e de fundo transportada, em dois momentos do ciclo hidrológico (inverno e verão). Trata-se de uma confluência anômala onde as águas do tributário não desembocam diretamente no rio Paraná, mas num canal secundário de dimensões semelhantes às do rio Ivaí. Os resultados revelam uma confluência de assimétrica na qual o canal do tributário apresenta-se 30 a 50% mais profundo que o canal do coletor. A componente do fluxo pós-confluência (razão do momento do fluxo) indica o predomínio do fluxo do rio Paraná sobre o do Ivaí. São também feitas análises sobre o comportamento das formas de leito e de sua influência na rugosidade e turbulência do fluxo, como também no processo de mistura dos fluxos após a confluência. A metodologia mostrou-se válida e de fácil aplicação em outros sistemas fluviais de mesmas dimensões.

Texto completo:

PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank