GEOLOGIA EM PLANOS DE MANEJO: SUBSÍDIOS PARA ZONEAMENTO AMBIENTAL DO PARQUE ESTADUAL INTERVALES (PEI), ESTADO DE SÃO PAULO

Alethéa Ernandes Martins SALLUN, William SALLUN FILHO

Resumo


Na elaboração do Plano de Manejo do Parque Estadual Intervales (PEI) e de sua Zona de Amortecimento houve destaque especial a Geologia, por ser uma área onde ocorrem rochas carbonáticas com sistemas cársticos e cavernas (um dos maiores atrativos turísticos do parque) e por conter recursos minerais importantes. O estudo da geologia se baseou em dados bibliográficos, técnicas de geoprocessamento, controle cartográfico das unidades geológicas e estruturas tectônicas, geoquímica das rochas carbonáticas, pesquisa dos títulos e das ocorrências minerais e avaliação hidrogeológica. Como resultados foram estabelecidos os sistemas aqüíferos e sua vulnerabilidade, as regiões de maior potencial para desenvolvimento de carste e a análise dos recursos minerais e da mineração. Verificou-se a necessidade de um aprofundamento sobre os sistemas cársticos, que foi incluído como um novo capítulo no Plano de Manejo. Os dados obtidos forneceram subsídios para o zoneamento ambiental, uma vez que os sistemas geológicos estudados têm alta vulnerabilidade ambiental, principalmente frente aos impactos antrópicos no solo e na água subterrânea

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank