ESPACIALIZAÇÃO DA PERDA DE SOLO NAS BACIAS HIDROGRÁFICAS QUE COMPÕEM O MUNICÍPIO DE SANTA RITA DO SAPUCAÍ (MG)

Fernanda da Silva PAES, Francisco Antônio DUPAS, Fernando das Graças Braga da SILVA, Júlio César Domingos PEREIRA

Resumo


Este trabalho teve por objetivo indicar a espacialização do Potencial Natural de Erosão (PNE) e da predisposição à Perda de Solo através da sistematização dos fatores componentes da Equação Universal de Perda de Solo (EUPS), visando auxiliar o planejamento do uso da terra nas bacias hidrográficas que compõem o município de Santa Rita do Sapucaí - MG (Brasil). Utilizou-se técnicas de geoprocessamento, aplicadas no SIG idrisi 15.0, em interface com o software USLE-2D. Os resultados indicaram que 22% da área de estudo apresenta um Potencial Natural de Erosão fraco (0 - 400 t.ha-1.ano-1); 8% moderado (400 - 800 t.ha-1.ano-1); 13% forte (800 - 1600 t.ha-1.ano-1) e 57% muito forte (>; 1600 t.ha-1.ano-1). Já com relação a Perda de Solo, pode-se constatar que a bacia possui 45% de sua área com perda baixa (0 - 10 t.ha-1.ano-1), 21% moderada (10 - 50 t.ha-1.ano-1), 13% alta (50 - 200 t.ha-1.ano-1) e 21% muito alta (>; 200 t.ha-1.ano-1). Assim, a área de estudo apresenta características naturais favoráveis à perda de solo, principalmente nas áreas de topografia íngreme associada a presença de solos Podzólicos. Comparando-se o Mapa de Potencial Natural de Erosão com o de Perda de solo fica clara a relação entre a ocupação e manejo do solo e a atenuação de tal perda.

Texto completo:

PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank