MAPEAMENTO GEOMORFOLÓGICO COM IMAGENS ESTEREOSCÓPICAS DIGITAIS DO SENSOR ASTER/TERRA

Flávio Fortes CAMARGO, Teresa Gallotti FLORENZANO, Cláudia Maria de ALMEIDA, Cleber Gonzales de OLIVEIRA

Resumo


Neste artigo avaliaram-se as potencialidades e as limitações das imagens estereoscópicas do sistema sensor ASTER/Terra no mapeamento geomorfológico do município de São José dos Campos - SP. Com este intuito, os autores utilizaram: i) uma abordagem fotogramétrica para o tratamento geométrico e orientação do par estereoscópico de imagens; ii) estereo-correlação e cálculo automático de paralaxes, visando à extração automática de um modelo digital de elevação que forneceu as informações geomorfométricas; iii) métodos estatísticos na análise da acurácia posicional dos dados de sensoriamento remoto e iv) interpretação visual para o mapeamento de unidades geomorfológicas em ambiente digital. O mapa geomorfológico compreendeu 14 classes, e por meio da análise estatística, foi possível concluir que o par estereoscópico é adequado para mapeamento geomorfológico na escala de 1:50.000, e também, que o modelo digital de elevação possui acurácia altimétrica compatível com a escala 1:100.000.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank