COMPORTAMENTO QUÍMICO DE NEOSSOLOS QUARTZARÊNICOS EM MINEIROS, SUDOESTE GOIANO

Marco Aurélio PESSOA-DE-SOUZA, Rherison Tyrone Silva ALMEIDA, Cláudia Milene Nascente das NEVES, João Paulo Vilela de CASTRO, Selma Simões de CASTRO

Resumo


As práticas agrícolas alteram o comportamento de nutrientes do solo, principalmente dos arenosos, nos quais a elevada macroporosidade favorece os fluxos hídricos. O objetivo do presente estudo é caracterizar o comportamento químico de uma topossequência constituída por Neossolo Quartzarênico e Gleissolo háplico, representativa da região de Mineiros, no Sudoeste Goiano, ocupada com pastagem. Foram estudados cinco perfis do solo ao longo da topossequência (T1 – montante; T2, T3, T4 – na encosta; T5 – jusante), seguindo o eixo central da vertente na linha de maior declividade. Amostras de todos os horizontes dos perfis foram coletadas para análises físicas e químicas, bem como testes de resistência à penetração e de infiltração foram realizados ao lado dos mesmos. Os resultados indicam aumento de Ca, Mg e P até 60 cm de profundidade e diminuição em profundidade em todos os perfis de solo, sobretudo do alumínio e cálcio, além do acúmulo de matéria orgânica em superfície no perfil T5 ao sopé da encosta. Interpretou-se os aumentos de nutrientes em superfície como resposta a calagem e adubação e de matéria orgânica no sopé devido à saturação permanente nesse setor.

Palavras-chave


Neossolos quartzarênicos; Cerrado; Atributos químicos; Topossequência.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank