ORIGEM DE METAIS PESADOS EM AQUÍFERO LIVRE DE SÃO GABRIEL DO OESTE, MATO GROSSO DO SUL

Adriano Antunes FERRARO, Sandra Garcia GABAS, Giancarlo LASTORIA

Resumo


Neste estudo, foram investigadas as possíveis fontes de arsênio, selênio e chumbo na água subterrânea de Aquífero Cenozóico, sobrejacente a uma das prováveis áreas de recarga do Sistema Aquífero Guarani em São Gabriel do Oeste, Mato Grosso do Sul. Partiu-se da hipótese de que a fertirrigação com  efluentes tratados de suinocultura pudesse ser a fonte desses metais. Efluentes e lodo do sistema de tratamento, calcário aplicado para correção da acidez do solo, laterita da cobertura local, solos e água subterrânea compuseram o acervo amostral de mais de quatro anos de pesquisas. Apesar da presença de chumbo e, principalmente, selênio no calcário e no efluente (especialmente nas concentrações do lodo), a laterita contém os teores mais elevados dos três elementos, bem acima das respectivas médias na crosta terrestre, o que sugere que a maior parte das concentrações observadas em água subterrânea seja oriunda de seu contato com as rochas do Aquífero Cenozoico, especialmente das crostas lateríticas.

Palavras-chave


Recarga do Sistema Aquífero Guarani (SAG); Fertirrigação; Efluente de suinocultura; Cobertura detrito-laterítica.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank