UTILIZAÇÃO DE TÉCNICAS DE FOTOINTERPRETAÇÃO NA COMPARTIMENTAÇÃO FISIOGRÁFICA DO MUNICÍPIO

Thomaz Alvisi de Oliveira, Paulina Setti Riedel, Ricardo Vedovello, Célia Regina de Gouveia Souza, Maria José Brollo

Resumo


Este artigo apresenta informações sobre o meio físico obtidas por meio da compartimentação fisiográfica em uma imagem Landsat 7 ETM+, visando o planejamento territorial do Município de Cananéia, no litoral sul do estado de São Paulo. Os compartimentos fisiográficos foram identificados a partir de diferentes níveis hierárquicos de classificação por meio da análise dos elementos texturais de relevo e drenagem, posteriormente associados às informações referentes aos mapeamentos geológicos e geomorfológicos já existentes, aliados a trabalho de campo. O produto final, um mapa de Unidades Básicas de Compartimentação (UBCs), serviu para nortear considerações referentes aos processo de expansão urbana municipal. A metodologia utilizada mostrou-se com potencial de aplicação em outros estudos relacionados ao meio físico, sendo necessária apenas a adequação dos dados a serem trabalhados.

Palavras-chave: Compartimentação fisiográfica, planejamento territorial, sensoriamento remoto.

Palavras-chave


Palavras-chave: Compartimentação fisiográfica, planejamento territorial, sensoriamento remoto

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank