Proposta de Atualização e Integração das Disciplinas de Geotecnologia do Curso de Geologia do Instituto de Geociências da USP

Arlei Benedito Macedo, Teodoro Isnard Ribeiro de Almeida

Resumo


A área de conhecimento da Geotecnologia é definida como o estudo e aplicação das técnicas de levantamento e utilização de informações métricas e gráficas para as ciências da Terra. No currículo do curso de Geologia abrange conhecimentos e técnicas de Topografia, Desenho, Cartografia, Geoprocessamento e as técnicas de uso de produtos de Sensoriamento Remoto que se referem à extração de informações métricas e sua representação em mapas, não incluindo a interpretação geológica ou ambiental desses produtos. No atual curso de Geologia do IGc-USP, a Geotecnologia está dispersa em seis disciplinas, das áreas de Topografia, Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto, o que ocasiona repetições de partes das ementas, ao mesmo tempo em que outras não podem ser tratadas com a extensão necessária para seu uso eficiente. Propõe-se a instituição de uma nova disciplina, denominada "Geotecnologia para Geologia", abrangendo os conhecimentos mencionados, exceto os da disciplina Topografia, que deve continuar a ser ministrada na Escola Politécnica, pois sua incorporação exigiria a aquisição de equipamentos e contratação de pessoal especializado, não justificável em face do benefício de sua incorporação ao IGc. Deve ser feito um trabalho de integração entre as equipes da Poli e do IGc para melhor aproveitamento das duas disciplinas. A nova disciplina abrangerá 60 horas-aula e 60 de prática individual (treinamento de programas e projeto piloto).

Palavras-chave


Geociências;Geotecnologia;Geoprocessamento;Sensoriamento Remoto

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-9087.v4i0p53-59

Apontamentos

  • Não há apontamentos.