Geoparque: estratégia de geoconservação e projetos educacionais

Denise de La Corte Bacci, Joseli Maria Piranha, Paulo César Boggiani, Eliane Aparecida Del Lama, Wilson Teixeira

Resumo


Desde a criação da Rede Global de Geoparques pela UNESCO em 2004, já foram implementados 58 geoparques, entre eles o primeiro geoparque brasileiro, criado em 2006: o Geoparque do Araripe (CE). Desde então, o interesse pelo tema tem sido crescente no Brasil. Contudo, por ser uma modalidade relativamente nova, há muitas incertezas ainda sobre o processo de criação de um geoparque e o seu reconhecimento oficial pela UNESCO. De outra parte, é papel da universidade promover o debate das múltiplas facetas que devem ser consideradas na implantação dos geoparques, tais como a proteção do patrimônio geológico, a gestão racional dos recursos naturais, o apoio ao desenvolvimento econômico e cultural das comunidades e, principalmente, a grande potencialidade dos projetos educacionais que podem ser realizados, beneficiando a formação de recursos humanos. Para tanto faz-se necessário desenvolver estratégias que promovam a implantação e o desenvolvimento contínuo desses projetos, os quais, por consequência, irão auxiliar a conservação do patrimônio geológico e sustentabilidade regional dos geoparques.

Palavras-chave


Geoparque;Geoconservação;Projetos educacionais;Patrimônio cultural e natural;Sustentabilidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-9087.v5i0p07-15

Apontamentos

  • Não há apontamentos.