Absorção e fracionamento dos elementos terras raras por vegetais: estudo comparativo em plantas ocorrentes em diferentes contextos geológicos

Maria do Carmo Lima e Cunha, Lauro Valentim Stoll Nardi, Milton Luiz Laquintinie Formoso

Resumo


Neste trabalho busca-se analisar o padrão de distribuição dos Elementos Terras Raras presentes nos vegetais, em relação ao padrão desses elementos no substrato, independente das especificidades metabólicas e fisiológicas de cada tipo de planta e da natureza do substrato, visto tratarem-se de espécies diferentes ocorrendo em ambientes geoquímicos distintos. Teores medidos por ICP-MS e ICP-3500 em cinzas de folhas foram confrontados com teores obtidos em amostras de solo ou de rocha ocorrentes em contextos geológicos diversos, quais sejam: carbonatito lateritizado, sienito e rocha ultramáfica. Como resultado observou-se que as espécies vegetais refletem o padrão do substrato com algumas variações decorrentes do fracionamento dos elementos da série, pelas mesmas. No ambiente representado por sienito, o padrão de ETR nas plantas é muito similar ao da rocha e com igual enriquecimento em ETRL. No ambiente ultramáfico, de um modo geral, os teores na planta são maiores que os teores do solo, com um padrão de distribuição caracterizado pela feição de tétrade nos ETRP. Na cobertura laterítica do carbonatito, o padrão de distribuição na planta diferencia-se daquele do solo por teores significativamente mais baixos e ausência de anomalia positiva de Ce.

Palavras-chave


Elementos terras raras;Vegetais;Fracionamento;Sienito;Rochas ultramáficas;Carbonatito

Texto completo:

PDF EPUB


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/Z1519-874X2010000100005

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank