AVALIAÇÃO DE TIPOS DE CLASSIFICAÇÕES EM IMAGENS DE MÉDIA E ALTA RESOLUÇÃO ESPACIAL, NO BIOMA CERRADO

LILIANE CANDIDA CORRÊA, HUGO TERUYA JUNIOR, FABRÍCIO BAU DALMAS, ANTONIO CONCEIÇÃO PARANHOS FILHO

Resumo


O Cerrado é um bioma de grande importância com alto grau de biodiversidade, porém vem sofrendo processo de degradação. Uma ferramenta já consagrada de avaliação desse processo é o sensoriamento remoto aliado às geotecnologias, gerando mapas de uso e ocupação do solo, possibilitando o constante monitoramento dos processos modificadores da cobertura de uma região. Neste artigo, utilizaram-se técnicas de sensoriamento remoto para classificar, através de três diferentes métodos, uma imagem do sensor Landsat referente ao Município de Dois Irmãos do Buriti, localizado no Mato Grosso do Sul. Verificou-se que o método não supervisionado apresentou problemas nas classes finais, inviabilizando seu emprego. Já as classificações orientada a objeto e supervisionada apresentaram resultados satisfatórios, com melhor praticidade para este ultimo método no caso particular desse estudo. Outro objetivo foi avaliar a adaptação das chaves de classificação Landsat, nas áreas de Cerrado, em um sensor o sensor Alos, relativamente novo de alta resolução espacial, porém menor resolução espectral. O resultado corrobora para a aplicabilidade das chaves de classificação nas imagens Alos, contanto que sejam consideradas suas limitações, especialmente no que se refere a ausência do infravermelho médio no sensor AVNIR-2, que pode ser visto na delimitação deficiente das áreas agrícolas.


Palavras-chave


Sensoriamento Remoto; Classificações; Bioma Cerrado.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2017_3_05_13

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank