ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE MÉTODOS DE ÍNDICE DE ÁGUA POR DIFERENÇA NORMALIZADA (NDWI) EM ÁREA ÚMIDA CONTINENTAL

LUCIANA ESCALANTE PEREIRA, GUSTAVO AMORIM, ALFREDO MARCELO GRIGIO, ANTONIO CONCEIÇÃO PARANHOS FILHO

Resumo


Os dados provenientes de sensoriamento remoto, como os índices radiométricos, representam fontes alternativas na geração de dados que podem colaborar para o entendimento dos processos naturais que ocorrem no Pantanal. O Índice de Água por Diferença Normalizada (NDWI) é um método conhecido por parte da comunidade cientifica que faz uso de geotecnologias. Entretanto, o seu uso e aplicação ainda causa algumas dúvidas e confusões, isto porque, existem dois métodos diferentes para o calculo do NDWI e ambos com objetivos distintos. Neste sentido, o estudo analisou qual método de NDWI teve melhor performance para ilustrar as áreas úmidas e inundadas do Pantanal. O NDWI foi calculado 4x, uma vez para o método proposto por McFeeteres (1996) e 3x para o método de Gao (1996). A repetição para o método de Gao deu-se devido à disponibilidade de banda do infravermelho médio (SWIR) do produto MODIS utilizado. Os resultados mostraram que o NDWI de McFeeters apresenta maior confusão espectral para os alvos de solo úmido, solo exposto e vegetação rasteira. Já os alvos de água e vegetação arbórea são mais fáceis de caracterizar. No NDWI de Gao a melhor relação entre infravermelho próximo (IVP) e SWIR ficou por conta da banda 2 (IVP) e 5 (SWIR), onde cada alvo apresenta um comportamento espectral mais centrado dentro de uma determinado intervalo. Nas bandas 6 (SWIR) e 7 (SWIR) a confusão espectral foi alta, principalmente entre os alvos de solo úmido e água.


Palavras-chave


Pantanal; Sensoriamento Remoto; MODIS; NDWI.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2018_2_654_662

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank