CARACTERIZAÇÃO DE FITOFISIONOMIAS URBANAS USANDO NDVI EM IMAGENS DE SATÉLITE E SOFTWARE LIVRE

ARIADNE BARBOSA GONÇALVES, RAQUEL DE FARIA GODOI, ANTONIO CONCEIÇÃO PARANHOS FILHO, MARCELO THEOPHILO FOLHES, HEMERSON PISTORI

Resumo


São apresentadas aplicações utilizando imagens de satélite para identificação de fitofisionomias da cidade de Campo Grande que podem ser utilizadas para estudos de vegetação urbana, palinologia e mudanças ambientais. Foram utilizadas imagens dos satélites Landsat 8 e Rapideye da região urbanizada de Campo Grande. Foi realizada análise da cobertura de solo de cada uma das sete sub-regiões urbanas da cidade, aplicando o índice Normalized Difference Vegetation Index (NDVI) nestas imagens. Levantamento a campo foi realizado para confirmar as fitofisionomias identificadas através das imagens de satélite. A aplicação de imagens de satélite em conjunto com a validação in loco, possibilitou a distinção das feições água, estruturação urbana, vegetação aberta, rasteira e densa. Para o reconhecimento de fitofisionomias urbanas as imagens Rapideye foram as mais indicadas para este tipo de estudo. As imagens Rapideye identificaram 6.55% mais áreas de vegetação densa, do que as imagens Landsat 8.


Palavras-chave


Sensoriamento remoto; Modelagem urbana; Landsat 8; Rapideye.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2018_3_24_36

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank