GRANULITOS ARQUEANOS NA REGIÃO DE MANGARATIBA (RJ): SIGNIFICADO TECTÔNICO

JEFFERSON LIMA FERNANDES ANDRÉ, CLAUDIA SAYÃO VALLADARES, BEATRIZ PASCHOAL DUARTE

Resumo


Próximo a Mangaratiba (RJ), aflora um conjunto de rochas que já foi apontado como uma lasca do Complexo Juiz de Fora (CJF), no entanto, este estudo revela que existem diferenças significativas entre as rochas aqui estudadas e aquelas pertencentes ao CJF. Por exemplo, no que se refere às litologias, dentro do conjunto ocorrem ortogranulitos graníticos e granodioríticos e rochas gnáissicas para e ortoderivadas, enquanto que no CJF encontram-se rochas félsicas charnockíticas a enderbíticas, e noríticas. O estudo geocronológico U/Pb em zircão também revela uma diferença marcante, pois foi obtida uma idade de cristalização arqueana (2653 ± 37 Ma) para um ortogranulito com composição monzogranítica contrapondo com as idades paleoproterozóicas do CJF. Outros dois litotipos também foram analisados pelo método LA-ICPMS em zircão: (i) um gnaisse com granada, para o qual foi obtido um intercepto superior de 2117 ± 15 Ma, e (ii) um gnaisse leucocrático com idade cristalização de aproximadamente 2133 ± 9,4 Ma. Em ambos foram encontrados xenocristais de zircão (≈ 2,6 Ga), que provavelmente são do ortogranulito, revelando assim, que esta litologia representa o embasamento da área, que aqui será denominado de Ortogranulito Ribeirão das Lajes.


Palavras-chave


Granulitos; Mangaratiba; Complexo Juiz de Fora; Geocronologia U-PB; Ortogranulito Ribeirão das Lajes.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2018_3_531_547

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank