INTERAÇÕES OCEANO-ATMOSFERA EM UM CICLONE EXTRATROPICAL NO ATLÂNTICO SUDOESTE

UESLEI ADRIANO SUTIL, LUCIANO PONZI PEZZI, RITA DE CÁSSIA MARQUES ALVES, ANDRÉ BECKER NUNES

Resumo


Este trabalho apresenta uma investigação do comportamento dos fluxos de calor nos processos de interação oceano-atmosfera durante a passagem de um ciclone extra tropical (EC) no Atlântico sudoeste em setembro de 2006 usando um sistema de modelos regionais acoplados. Uma breve avaliação dos dados simulados é feita em comparação com os dados da Temperatura do Ar e da Superfície do Mar (SST), Velocidade do Vento, Pressão ao Nível Médio do Mar. Esta comparação mostrou que ambas as simulações de modelos apresentam algumas diferenças (principalmente, o vento), no entanto, as variáveis simuladas mostram resultados bastante satisfatórios, permitindo assim uma boa análise dos processos de interação oceano-atmosfera. O gradiente térmico simulado aumenta os fluxos de calor do oceano para a atmosfera no setor frio do ciclone e, através da convergência de ventos de baixo nível, a umidade é transportada para níveis mais altos produzindo precipitação. O sistema acoplado mostrou uma maior habilidade para simular a intensidade e trajetória do ciclone, em comparação com a simulação do modelo atmosférico.


Palavras-chave


Interação oceano-atmosfera; Oceanografia; Meteorologia.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2019_1_525_535

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank