MINERALOGIA, PETROGRAFIA E GEOQUÍMICA DE DIQUES DE METADIABÁSIO EQUIGRANULAR E PORFIRÍTICO DA REGIÃO DE BOM SUCESSO, ESTADO DE MINAS GERAIS, BRASIL

VIKTOR SOUTO LOUBACK SILVEIRA, CIRO ALEXANDRE ÁVILA, REINER NEUMANN, CHARLYS VAZ DE SANT’ANNA NEVES, FELIPPE DE MATOS CAPISTRANO

Resumo


Na região a noroeste das serras de Bom Sucesso e Ibituruna aflora um enxame de diques de metadiabásio com strike N20º-40ºE, que são intrusivos em rochas metaultramáficas e nos metagranitos Aureliano Mourão, Bom Sucesso e Capela São Francisco, todos arqueanos. Os diques de metadiabásio apresentam mineralogia semelhante, representada por plagioclásio, anfibólio, ilmenita, magnetita e apatita e foram subdivididos em porfiríticos e equigranulares. Os diques de metadiabásio porfirítico são mais raros e apresentam fenocristais de bytownita, que variam em relação ao tamanho, forma e proporção, enquanto na matriz predominam grãos tabulares de labradorita. Os diques de metadiabásio equigranular são mais abundantes, exibem granulação fina a média, variam de isotrópicos a fortemente foliados e o plagioclásio corresponde a andesina e labradorita. Foram subdivididos em dois grupos, sendo o primeiro mais enriquecido na maioria dos elementos, levemente fracionado nos ETR e com sutil anomalia negativa de Eu, enquanto o segundo é mais empobrecido nos ETR e exibe padrão mais horizontalizado. Os diques de metadiabásio porfirítico se assemelham quimicamente ao segundo grupo dos diques de metadiabásio equigranular e podem ser cogenéticos.


Palavras-chave


Diques; Metadiabásio equigranular e porfirítico; Plagioclásio.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2019_1_656_671

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank