Estudo da Sedimentação Recente no Porto do Recife a Partir de Seções de Sísmicas Rasa

Carlos Eduardo G. S. de O. Fabin, Osvaldo José Correia Filho, Márcio de Lima Alencar, Araly Fabiana Lima de Araújo, Germano Mário Silva Ramos, José Antonio Barbosa

Resumo


O presente estudo se baseou na análise de padrões de sismofácies em seções de sísmica rasa, e de sondagens percussivas que foram realizadas para a investigação geotécnica de subsuperfície no canal principal do Porto de Recife. Os dados de sísmica de reflexão 2D multicanal compõem um conjunto de 126 seções executadas para a investigação, totalizando 70 km em extensão de levantamento. Três sequências sísmicas principais foram reconhecidas na área, com base nos padrões de sismofacies observados, e sua natureza foi comprovada pelo registro das sondagens: sismofacies 1 - camada de lama, caracterizada por baixa refletividade interna e padrão homogêneo, que normalmente apresenta refletores plano-paralelos; sismofacies 2 - camada de lama e silte, caracterizada pela ocorrência de refletores internos plano-paralelos de alta a média frequência, com média a alta refletividade, e sismofacies 3 - corpos de arenito cimentado, caracterizada por refletores internos de média a alta refletividade, de padrão côncavo a montiforme. O estudo permitiu comprovar a ocorrência de estruturas praiais, na forma de corpos alongados tabulares, conhecidos como beachrocks, de geometria montiforme, que estão possivelmente associados às últimas variações relativas do nível do mar durante o quaternário. Propõe-se que essas estruturas representam linhas de costa que se formaram durante o Holoceno na região onde atualmente se encontra o Porto do Recife.


Palavras-chave


Sísmica rasa; Sismofácies; Beachrocks; Quaternário.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2019_2_19_31

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank