O Uso de Índices de Sensoriamento Remoto para Detecção de Mudanças na Cobertura da Terra

Gustavo Facincani Dourado, Jaíza Santos Motta, Antonio Conceição Paranhos Filho, David Findlay Scott, Sandra Garcia Gabas

Resumo


A tecnologia de sensoriamento remoto tem sido aplicada para monitorar mudanças antrópicas na paisagem que produzem impactos sobre os recursos naturais, como a degradação ambiental, mudanças no ciclo hidrológico e na estrutura e funcionamento dos ecossistemas. Como a detecção de mudanças de modo digital pode ser uma tarefa difícil de ser realizada, este estudo propõe uma técnica simples e lógica para exibir mudanças na cobertura da terra usando imagens Landsat. Ferramentas de geoprocessamento livres foram usadas para obter informações para mapeamento de mudanças na superfície da terra. O Índice de Vegetação por Diferença Normalizada (NDVI) e o Índice de Diferença Normalizada da Água (NDWI) derivados de imagens de satélite de quatro datas entre 1984 e 2016 foram utilizados em composições RGB. O método foi utilizado para mapear ganhos e perdas de cobertura vegetal e quantidade de água líquida em uma escala espaço-temporal. Os resultados indicam que este método de detecção de mudanças pode efetivamente refletir as variações ocorridas ao longo dos anos. Embora ambos os índices tenham respostas similares, verificou-se que o NDWI pode fornecer informações opostas ao NDVI em certas áreas, como em áreas úmidas e zonas ripárias, apresentando perdas de umidade mesmo em locais que exibem ganhos de vegetação. Esse método tem aplicabilidade para outras regiões para a obtenção de mudanças históricas.


Palavras-chave


Landsat; Multitemporal; NDVI; NDWI; QGIS; Séries temporais.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2019_2_72_85

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank