Aplicação do Método Eletromagnético Sistema EM-34 Integrado a Dados Estruturais e de Sensoriamento Remoto em um Estudo Hidrogeológico

Maximilian Fries, Marieli Machado Zago, Luciano Soares Cunha

Resumo


A escassez de água doce potável é um problema crescente que a população mundial enfrenta nas grandes metrópoles, mas, também, em localidades situadas em regiões menos habitadas. O uso de metodologias e técnicas rápidas, eficazes e de baixo custo representam a nova fronteira da Ciência. Proporcionam uma otimização na detecção e locação de áreas potenciais para perfuração de poços tubulares ou, até mesmo, pequenas cacimbas rudimentares de pouca profundidade auxiliando comunidades carentes. O uso da geofísica como método de investigação indireto na prospecção de água subterrânea vem ao encontro dessas necessidades. Constitui uma ferramenta eficaz e alternativa aos métodos tradicionais de mapeamento de superfície, muitas vezes limitados em decorrência da ausência de afloramentos ou presença de camadas espessas de solo mascarando fraturas e juntas. A área proposta neste estudo está localizada sobre um aquífero fissurado no município de Caçapava do Sul, Estado do Rio Grande do Sul. Foi empregado o método eletromagnético domínio do tempo (sistema EM-34) integrado a dados estruturais locais e regionais com objetivo de identificar descontinuidades (falhas geológicas) que atuam como acumuladores potenciais de água no local. A metodologia adotada e análise dos resultados obtidos permitiu a detecção de valores significativos de condutividade que possibilitaram a locação de um poço tubular e definição de diferentes níveis de saturação de água associadas às falhas e juntas ao longo dos perfis investigados. Forneceu, também, subsídios para estudos futuros de detalhamento e caracterização da vazão na área.


Palavras-chave


Hidrogeologia; Geofísica; Eletromagnético.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2019_2_126_136

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank