Modelos de Regressão Aplicados à Previsão de Nível Fluviométrico no Rio Sapucaí em Itajubá-MG

Michelle Simões Reboita, Benedito Cláudio da Silva, Mateus Vitoriano da Silva

Resumo


Tendo em vista que o município de Itajubá, localizado no sul do Estado de Minas Gerais, é atingido por inundações devido ao aumento de nível do rio Sapucaí, principalmente no verão, o objetivo deste estudo é obter modelos de previsão de nível para a estação fluviométrica Santa Rosa, situada no início da área urbana de Itajubá. Para isso, foram utilizados dados de outras três estações fluviométricas, a montante da estação Santa Rosa, no ano de 2013 e modelos de regressão linear simples e múltipla e de regressão polinomial cúbica. Os dados do mês de janeiro de 2013 foram utilizados para o ajuste dos modelos, enquanto que os dados do restante do ano para validação. Em geral, o aumento de nível na estação Santa Rosa ocorre entre três e sete horas após esse evento ter ocorrido nas demais estações. Então, através da técnica de regressão e usando dados com diferentes defasagens temporais, obtiveram-se vários modelos preditivos que apresentaram boa performance (medida em termos de índices estatísticos) em prever o nível fluviométrico na estação Santa Rosa. Entretanto, um dos melhores ajustes estatísticos foi obtido com a regressão linear múltipla envolvendo três estações como preditoras com dados defasados em 4 horas. Assim, sugere-se a utilização desse modelo para monitoramento operacional do nível na estação Santa Rosa, para fins de emissão de alertas de cheia na área urbana de Itajubá.


Palavras-chave


Previsão de nível fluviométrico; Sul de Minas Gerais; Análise de regressão.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2019_2_217_229

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank