Inserção de Dados de SODAR no WRF Usando Análise Objetiva de Cressman

Luiz Felipe Neris Cardoso, Wallace Figueiredo Menezes, Ricardo Marcelo Silva

Resumo


O controle do tráfego aéreo é uma atividade de alta relevância para a sociedade, que sofre influência direta das condições meteorológicas, e tem recebido grande atenção nos últimos tempos em razão dos eventos de nível internacional sediados no Brasil, como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas 2016. Por outro lado, a inserção de dados em modelos numéricos de previsão do tempo (MNPT) tem se mostrado uma ferramenta que promove melhorias nas simulações com estes tipos de modelos determinísticos, por possibilitarem o uso de condições iniciais mais próximas da realidade. Há cerca de dois anos, a equipe do Laboratório de Meteorologia Aplicada (LMA) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) junto à Organização Brasileira para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Controle do Espaço Aéreo (CTCEA) vem realizando estudos e experimentos com dois equipamentos SODAR (Sonic Detection and Ranging) instalados no Aeroporto de Guarulhos (SBGR). Tais instrumentos possibilitam, dentre outras, estimativas da direção e da intensidade do vento nos primeiros níveis da atmosfera com alta frequência temporal (15 minutos). Neste sentido, há cerca de 1 ano, esta parceria iniciou uma linha de pesquisa que teve como objetivo analisar os impactos causados pela utilização de dados de SODAR em simulações com o modelo WRF. Tendo isso em vista, o presente trabalho visou avaliar o impacto da inserção dos dados dos dois equipamentos de SODAR do SBGR na simulação de um caso de tesoura de vento (wind shear) ocorrido nas proximidades do aeródromo no dia 12 de junho de 2013. Foi realizado um experimento com a inserção dos dados e um segundo sem a inserção dos dados de SODAR. Em seguida, para verificar se a inserção incorporou melhorias significativas na simulação, os campos do perfil vertical do vento horizontal da simulação com a inserção foram comparados com os do experimento sem a inserção. Os resultados mostraram que, de maneira geral, a inserção dos dados de SODAR na simulação possibilitou uma melhor representação das condições iniciais. Como trabalhos futuros, sugere-se que esta metodologia seja repetida para outros casos de tesoura de vento com o intuito de se gerar uma mais ampla base estatística, a fim de viabilizar uma análise mais consistente deste tipo de fenômeno, que permita estabelecer conclusões mais bem subsidiadas pelos resultados.


Palavras-chave


Alteração de condições iniciais; WRF; Tesoura de vento; SODAR; Aeronáutica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2019_2_274_281

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank