Modelagem de Conhecimento Locacional para Implantação de Estação de Tratamento de Esgoto: Estudo de Caso no Município de Criciúma (SC - Brasil)

Émilin de Jesus Casagrande de Souza, Fernando Basquiroto de Souza, Gustavo José Deibler Zambrano, Merisandra Côrtes de Mattos Garcia

Resumo


O crescimento acelerado e desordenado da população ao longo dos anos contribuiu com a necessidade de implantação de infraestruturas básicas nas cidades, acarretando em diversos problemas no saneamento básico. Para solucionar os problemas de ordem hídrica, uma das vertentes está no desenvolvimento de sistemas de tratamento de esgoto, sendo a seleção do local de instalação de suas estruturas físicas uma questão complexa. Diversos fatores de ordem física, química, biológica e social devem ser interpretados, objetivando uma análise robusta. Nesse contexto a análise multicritério é amplamente utilizada para selecionar alternativas locacionais objetivando a instalação de uma estação de tratamento de esgoto (ETE). Um modelo baseado em lógica difusa é proposto para potencializar as análises dos locais de implantação de estação de tratamento de esgoto, os critérios utilizados no modelo foram: distância da área urbana; pedologia; uso do solo; altitude e declividade, sendo utilizada a cidade de Criciúma (SC) como estudo de caso. O modelo apresentou bons resultados indicando as melhores alternativas locacionais para implantação de uma estação de tratamento de esgoto em Criciúma segundo os parâmetros estabelecidos, inclusive, coincidindo com as definições do zoneamento do Plano Diretor.


Palavras-chave


Lógica Difusa; Geoprocessamento; Estação de Tratamento de Esgoto.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2019_2_341_349

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank