Capacidade de Uso da Energia Eólica em Áreas Rurais de Topografia Complexa via Modelo WRF: um Caso de Estudo em uma Região Montanhosa do Estado do Rio de Janeiro, Brasil

Beatriz Rogers Paranhos, Rafael Henrique Oliveira Rangel, Reginaldo Ventura de Sá, Marcio Cataldi

Resumo


Estimulada por acordos ambientais globais, a busca por alternativas de geração de energia renovável vem aumentando em todo o mundo. Embora o Brasil tenha um grande território com diferentes recursos naturais, sua matriz energética é altamente dependente da fonte hidráulica. Este artigo avalia a capacidade de uso da energia eólica no topo de morros e montanhas, considerando o potencial eólico nesses locais e, assim, estimulando seu desenvolvimento no país. O modelo Weather Research and Forecasting (WRF) foi aplicado para identificar os recursos eólicos e definir os melhores locais para a instalação de aerogeradores na área da Cooperativa Agrícola de Vieira, localizada em Teresópolis, região montanhosa do estado do Rio de Janeiro, Brasil. Como pequenos aerogeradores operam próximos ao solo e, portanto, têm custos mais baixos do que os grandes, a produção estimada de eletricidade de um aerogerador nacional, de pequeno porte, foi comparada com o consumo real de uma lavoura de referência local. Apesar da fraca representação topográfica, os resultados mostram que a região possui recurso eólico suficiente para fornecer eletricidade aos agricultores ao longo do período estudado do ano, reduzindo seus custos de produção. Portanto, é possível melhorar o uso de energia eólica no Brasil em zonas montanhosas e, no processo, diversificar a matriz energética do país.


Palavras-chave


Modelagem; Regiões montanhosas; Energia eólica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2019_3_52_63

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank