Biolaminóides calcários holocênicos da lagoa Vermelha, Brasil

Loreine Hermida da Silva e Silva, Sinda Beatriz Vianna Carvalhal

Resumo


A Lagoa Vermelha faz parte do complexo lagunar de Araruama e está situada entre as coordenadas 22º55'39 e 22º56'06 de latitude Sul e 42º21'29 e 42º24'13 de longitude Oeste de Greenwich. Suas dimensões são de 4.400 m de comprimento, 250-850 m de largura com uma área de aproximadamente 2.400 m² e profundidade de 0,2 a 1,7 m. Este estudo se baseou em coletas realizadas ao longo de cinco estações localizadas na margem nordeste da lagoa, onde foram retiradas 20 amostras de biolaminóides. Para a caracterização da composição microbiana dos tipos de biolaminóides foram confeccionadas lâminas frescas e permanentes e a sua análise foi realizada em microscopia. Foram encontrados três tipos de biolaminóides sendo eles liso, poligonal e pustular. Os biolaminóides liso e poligonal apresentaram estratificações enquanto o pustular apresentou-se homogêneo. Tanto os biolaminóides estratificados quanto o homogêneo mostraram-se compostos por um tipo principal de cianobactéria formadora; no entanto, os biolaminóides estratificados apresentaram na camada superficial a predominância das espécies filamentosas e nas camadas mais profundas o predomínio das cocóides. A análise dos biolaminóides encontrados revelou um total de 33 espécies de cianobactérias, comprovando que essas estruturas têm como seu agente formador principal estas microalgas. O biolaminóide liso revelou ser formado principalmente por Lyngbya aestuarii, o biolaminóide poligonal exibiuse composto por Microcoleus chthonoplastes e o pustular caracterizou-se pela presença da cianobactéria Chlorogoea tuberculosa. O predomínio das cianobactérias se justifica pelo fato destas serem portadoras de alta plasticidade morfológica, o que lhes permite sobreviver em vários ambientes e predominar nos hipersalinos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank