Morfologia de osteodermos de crocodilomorfos do Sítio Paleontológico de Peirópolis (Bacia Bauru, Cretáceo Superior)

Thiago da Silva Marinho, Luiz Carlos Borges Ribeiro, Ismar de Souza Carvalho

Resumo


Osteodermos são placas ósseas de origem dérmica situados sobre a epiderme e recobertos por uma camada de queratina. São reconhecidos até o momento no Sítio Paleontológico de Peirópolis três espécies distintas de crocodilomorfos, os Peirosauridae Peirosaurus tormini Price, 1955 e Uberabasuchus terrificus Carvalho Ribeiro Ávilla, 2004 e o Trematochampsidae Itasuchus jesuinoi Price, 1955. Os peirossaurídeos possuem narinas localizadas frontalmente no crânio e são geralmente considerados como crocodilomorfos de hábitos terrestres. Os trematocampsídeos diferentemente dos peirossaurídeos possuíam narinas localizadas na região dorsal do crânio, de modo semelhante aos crocodilos recentes de hábitos mais aquáticos. A análise morfológica dos osteodermos de P. tormini, U. terrificus e I. jesuinoi corrobora com as evidências cranianas para hábitos terrestres ou aquáticos desses animais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank