A paleoautoecologia de Tijubina pontei Bonfim-Júnior & Marques, 1997 (Lepidosauria, Squamata basal da Formação Santana, Aptiano da Bacia do Araripe, Cretáceo Inferior do Nordeste do Brasil)

Francisco de Castro Bonfim-Júnior, Oscar Rocha-Barbosa

Resumo


Tijubina pontei é um lagarto basal encontrado no Membro Crato da Formação Santana, Cretáceo Inferior do Brasil (Aptiano), considerado grupo irmão de Huehuecuetzpalli mixtetus, até então o único lagarto basal conhecido, proveniente do México. A paleoautoecologia de T. pontei é compatível com a de um animal terrestre, onívoro que, eventualmente, pudesse ocupar outros nichos ecológicos. Baseado em sua dentição e ecomorfologia, seu comportamento poderia ser combinado, como forrageador ativo ou senta-espera, podendo apresentar bípedalismo. Comparando-se T. pontei com Liolaemus lutzae, lagarto atual do Brasil, encontramos muitos caracteres e inúmeras similaridades morfológicas entre ambos, sugerindo que os hábitos de L. lutzae, poderiam ser extrapolados para o paleoambiente de T. pontei que, provavelmente, vivia em um ambiente arenoso, praial, com uma vegetação que poderia suportar variações de salinidade e de altas temperaturas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank