Análise multiescalar de atributos sedimentares em depósitos fluviais paleogênicos na Bacia de Volta Redonda, RJ

Claudio Cesar S Marques, Claudio Limeira Mello, Renato R. Cabral Ramos

Resumo


Este trabalho tem por objetivo a caracterização de atributos sedimentares em diversas escalas em depósitos fluviais paleogênicos da Bacia de Volta Redonda (Rift Continental do Sudeste do Brasil - RCSB), através de análises de fácies sedimentares, arquitetura deposicional, e petrográficas. Através deste estudo, busca-se produzir uma base de dados sedimentológicos aplicáveis a modelos de comportamento dos fluidos no interior de rochas-reservatório de origem fluvial. Entre os depósitos estudados, estão os principais aqüíferos presentes nas bacias sedimentares que compõem o RCSB. O método de trabalho consistiu primeiramente na interpretação de um afloramento, com o auxílio de fotomosaico, para o reconhecimento da arquitetura deposicional, enfatizando a hierarquização das superfícies estratigráficas. Em seguida, foi feita a caracterização de fácies sedimentares, com a elaboração de perfis colunares e amostragem para análise petrográfica em lâminas delgadas. Foram identificadas duas associações de fácies distintas, associadas às formações Resende e Pinheiral. Na Formação Resende, os depósitos apresentam estilo de heterogeneidade simples, com boa continuidade lateral, sendo constituídos de arenitos maciços intercalados com arenitos lamosos, em camadas com geometria tabular, espessuras decimétricas e larguras de poucas dezenas de metros, limitadas por contatos gradacionais. Os depósitos da Formação Pinheiral apresentam estilo de heterogeneidade de complexidade média, exibindo freqüente truncamento de elementos de arquitetura, sendo caracterizados por uma superposição de camadas arenosas com níveis conglomeráticos, limitadas por intervalos pelíticos pouco espessos. Ocorrem dispostos em camadas com geometria lenticular estendida, limitadas por superfícies irregulares e alcançando espessuras decimétricas e larguras de dezenas de metros. Microscopicamente, os arenitos analisados da Formação Resende apresentam porosidade muito reduzida, com presença de matriz argilosa proveniente da alteração de feldspatos. Os arenitos estudados da Formação Pinheiral apresentam porosidade próxima aos padrões de reservatório.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank