Análise Biofaciológica do Litoral de Cabo Frio, Rio de Janeiro, com Base em Foraminíferos Bentônicos

Daniel Coré Guedes, Claudia Gutterres Vilela, José Antonio Baptista Neto, Mariana Cardoso Macedo, Neyva de Lima Santiago, Regina Lucia Machado Bruno

Resumo


Em julho de 2009, foram coletadas amostras de fundo na plataforma continental interna de Cabo Frio – RJ, em frente à Praia do Peró, com o objetivo de caracterizar ambientalmente tal área através do estudo de foraminíferos bentônicos. A área estudada está compreendida entre as latitudes 22ºS e 23ºS e longitudes 41ºW e 42ºW e apresenta profundidade dalâmina d’água variando de 10 a 30 m. No laboratório as amostras foram lavadas, secas em estufa, quarteadas, triadas e classificadas taxonomicamente. Foram analisadas 37 amostras, sendo quase todos os espécimes triados, identificados emespécies. As amostras com maiores abundância, riqueza e diversidade foram encontradas em regiões mais profundas ou afastadas da costa, contendo mais do que 5.000 indivíduos. Três amostras abundantes foram encontradas na entrada sul, próximas à Ponta do Peró. Observou-se a presença de grande quantidade de espécimes quebrados, indicando a dinâmica das correntes na região. Em geral as espécies Poroeponides lateralis e Eponides repandus, típicas de plataforma, e a espécie Bulimina marginata, típica de ambientes proximais, apareceram como dominantes (presentes com percentual igual ou maior do que 10%). As espécies Quinqueloculina agglutinans e Textularia agglutinans foram principais em sete amostras (presentes com percentual igual ou maior do que 5%). A presença de Buccella peruviana caracteriza a influência das correntes do sul do Brasil na plataforma de Cabo Frio. Foram encontradas 10 amostras estéreis, em geral localizadas em regiões mais rasas. Apesar das amostras localizarem-se na plataforma interna e portando em baixa profundidade, 30% das amostras apresentaram diversidade e abundância elevadas, provavelmente como efeito da ressurgência que ocorre na região. Foram identificadas três biofácies. Duas delas se caracterizaram pela variação de um ambiente proximal para um ambiente de plataforma, sendo que em uma dessas duas foi identificada a abundância da espécie Buccella peruviana. A outra biofácies apresentou abundância de espécimes quebrados.

Palavras-chave


Foraminíferos bentônicos; Plataforma continental; Ressurgência; Cabo Frio

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2015_1_157_169

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank