Analisando a Função do Espaço Verde Urbano no Distrito 2 da Metrópolis de Tabriz, Irã

Saman Abizadeh, Nader Zali

Resumo


Os espaços urbanos verdes podem ser uma importante estratégia para a proteção ambiental sustentável de longo prazo, possibilitando um incremento na qualidade de vida. Com o desenvolvimento das áreas urbanas, crescimento da população e aumento das atividades urbanas, os gestores urbanos priorizaram os espaços verdes e temas relacionados à qualidade do ar, como de relevância para análise; as doenças respiratórias resultantes da poluição e do adensamento populacional, demandam assim estudos aprofundados. A partir do surgimento da teoria do desenvolvimento sustentável, a planificação de espaços verdes tornou-se de grande importância. Atualmente, a implantação de espaços verdes, especialmente parques, é um elemento substancial dos planos de desenvolvimento urbano, os quais revelam a importância de tais áreas nos centros urbanos. O aumento do preço da terra e a transformação de jardins e fazendas em áreas habitadas conduziu à diminuição dos espaços verdes. Por outro lado, o conceito de cidade sem os espaços verdes nas suas múltiplas formas é inimaginável. As repercussões do desenvolvimento urbano e das complexidades ambientais conduzem obrigatoriamente à existência de tais áreas. As cidades têm de aceitar a estrutura e as funções resultantes dos sistemas naturais para garantir sua própria sobrevivência. Os espaços verdes, como pulmões da cidade, é um conceito adequado. Assim, este estudo objetiva reexaminar o status de espaços verdes, avaliando os aspectos positivos e negativos, com ênfase no Distrito 2 de Tabriz.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2013_1_119_127

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank