Avaliação do modelo WRF para o ano de 2009

Fabrício Pereira Härter

Resumo


Neste trabalho avaliou-se a qualidade do modelo WRF para o ano de 2009, através das métricas Viés e REMQ. Considera-se que a verdade terrestre são estações meteorológicas do INMET localizadas em Curitiba e Paranaguá no PR, São José e Idaial em SC e Passo Fundo e Rio Grande no RS. Este estudo permite o conhecimento qualitativo e as tendências desta ferramenta no período e localidades estudadas, embora o modelo faça previsões para volume e as estações representem as variáveis meteorológicas em pontos específicos. Conclui-se que os campos previstos pelo modelo, para o período e localidades analisadas, apresentam maior previsibilidade na seguinte ordem: PNM, T2m, UR e V; cujo viés apresenta extremos entre -6,5 e 1,7 hPa; -5,0 e 5,0 ºC; -37,0 e 18,0 %; -13,0 e 12,0 ms-1. Conclusões sobre a tendência do modelo em "aquecer ou esfriar", "secar" ou simular uma atmosfera mais úmida deve ser analisada através do estudo de diferentes parametrizações.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2014_1_27_35

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank