Comparação dos Resultados das Inversões Acústicas Determinística e Geoestatística de um Campo de Petróleo

Márcia Cristina Lohmann Filardi, Claudio Bettini, Guenther Schwedersky Neto

Resumo


A maneira mais efetiva de se integrar o dado sísmico no processo de caracterização de reservatórios é por meio da geração de modelos de impedância derivados do processo de inversão sísmica. Neste trabalho foram comparados os resultados das inversões sísmicas determinística e geoestatística de um campo de petróleo, no intuito de melhorar a caracterização do campo e de gerar um modelo mais preciso, onde as previsões do comportamento do campo possam ser feitas de maneira mais efetiva. A inversão acústica determinística é uma técnica bastante utilizada, que gera um único resultado, invertendo o dado sísmico disponível para parâmetros acústicos (impedância P). Já a inversão acústica geoestatística gera múltiplos modelos de propriedades de reservatório (parâmetros acústicos, petrofísicos e litologia), todos equiprováveis, o que leva à possibilidade de se quantificar a incerteza em torno do modelo de reservatório que está sendo criado.

Palavras-chave


Inversão; Caracterização de reservatório; Incerteza

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2015_2_145_157

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank