Sensoriamento Remoto na Análise do Alinhamento das Lagoas do Pantanal da Nhecolândia, MS

Ana Paula Garcia Oliveira, Camila Leonardo Mioto, Alisson André Ribeiro, Robson Jaquez, Edilce do Amaral Albrez, Joel Barbujiani Sígolo, Mario Luis Assine, Antonio Conceição Paranhos Filho

Resumo


Dentre os diversos pantanais, a sub-região da Nhecolândia merece papel de destaque por apresentar paisagem peculiar. Sua característica principal é a presença de inúmeras lagoas, as quais podem ser divididas em baias e salinas. O trabalho objetivou quantificar e analisar a orientação e intensidade de alinhamento dos eixos maiores dessas lagoas, de modo a contribuir com dados que permitam melhor compreender a formação e o funcionamento ainda poucos conhecidos desta região tão intrigante. Para tanto, primeiramente adotou-se o método de classificação orientada a objeto sobre imagem do satélite Landsat 5, sensor TM. Em seguida, utilizou-se um algoritmo específico para a identificação do alinhamento das lagoas. Como resultado, foram reconhecidas 17.631 lagoas, das quais 17.050 são baías e 577 salinas. Observou-se que as lagoas estão alinhadas em duas direções - NE e NW -, as quais estariam associadas às direções dos ventos atuantes durante a gênese das lagoas Nhecolândia.

Palavras-chave


Landsat 5; Classificação orientada a objeto; Baías; Salinas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2016_3_63_70

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank