Litologias, estrutura e relações embasamento-cobertura na Faixa de Xistos do Cinturão Dom Feliciano no Uruguai

Henri Masquelin, Hernán Silva Lara, Leda Sánchez Bettucci, Pablo Núñez Demarco, Sofía Pascual, Rossana Muzio, Elena Peel, Fernando Scaglia

Resumo


Este trabalho resulta de um esforço de vários anos tentando usar a geologia de campo para descrever litologias, estabelecer relações de contato e perfazer a evolução tectônica das sucessões metassedimentares, de idades meso a neoproterozoicas, que foram deformadas dentro da Faixa de Xistos do Cinturão Dom Feliciano. Essas rochas constituem uma cobertura de baixo grau que repousa em cima do embasamento de alto grau metamórfico dos complexos La China e Las Tetas. Esse embasamento é de idade paleoproterozoica-arqueana. A Faixa de Xistos é sotoposta em discordância angular pela formação Barriga Negra. O Complexo Lavalleja e a formação Barriga Negra se deformaram junto durante o evento D2 (~ 570 – 540 Ma), mas a formação Barriga Negra registrou apenas parcialmente o evento transpressivo D2, enquanto o Complexo Lavalleja foi afetado pelos dois eventos (D1 e D2). O evento D1 teria desenvolvido uma dobra – nappe com vergencia para o sul. Essa hipótese é sustentada por diferentes estruturas: (i) dobras recumbentes e dobras retas orientadas E-W, (ii) Foliação subhorizontal milonítica em mármores (calco-xistos); (iii) lineações de estiramento mergulhando para SW em metaconglomerados do Complexo Las Tetas, e (iv) retrabalhamento da foliação subhorizontal, paralelamente à zona de cisalhamento transcorrente Sarandí del Yí.

Palavras-chave


Cinturão Dom Feliciano; Ediacarano; Deformação; Dobra-nappe; Evolução tectônica.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/2317-4889201720160119

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank