Geoquímica e geocronologia U-Pb e ­Sm-Nd dos ortognaisses da região de Pontalina (GO), Brasil

Guillermo Rafael Beltran Navarro, Antenor Zanardo, Fabiano Tomazini da Conceição, Cibele Carolina Montibeller

Resumo


Na região de Pontalina (GO) afloram ortognaisses de composição tonalítica a granodiorítica e caracteríticas calcioalcalinas, metaluminosas a peraluminosas. Exibem anomalias negativas de Nb, Ta, P e Ti em relação a elementos terras raras (ETR) e a elementos litófilos e baixos conteúdos em elementos como Nb, Ta, Y e Yb, similar às rochas formadas em ambientes de subducção. Dados geocronológicos U-Pb mostram que a idade de cristalização desses ortognaisses é neoproterozoica (681,5 ± 7,7 Ma). Os dados isotópicos εNd(T) são fracamente negativos a positivos (+3,2 e -0,1), com idades modelo T DM de ~ 1,2 Ga. Em conjunto, os dados geoquímicos e isotópicos obtidos sugerem que o protolito desses ortognaisses são magmas juvenis, com idade neoproterozoica, formados em um sistema de arco de ilha. Este evento foi desenvolvido, provavelmente, durante um evento de acresção crustal na borda oeste do Cráton do São Francisco entre 700 e 600 Ma.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/Z2317-48892013000200009

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank