Geoquímica e geocronologia U-Pb (SHRIMP) de granitos da região de Peixoto de Azevedo: Província Aurífera Alta Floresta, Mato Grosso

Fernanda Rodrigues da Silva, Márcia Aparecida Sant’Ana Barros, Ronaldo Pierosan, Francisco Edígio Cavalcante Pinho, Mara Luiza Barros Pita Rocha, Bruno Rodrigo Vasconcelos, Samantha Evelyn Max Dezula, Carla Tavares, Jhonattan Rocha

Resumo


A análise de dados petrográficos, geoquímicos e geocronológicos de granitos do Domínio Peixoto de Azevedo, Mato Grosso, na porção leste da Província Aurífera Alta Floresta, conduziu ao reconhecimento de dois corpos graníticos limitados por grandes falhamentos e zonas de cisalhamento regionais. Na porção noroeste ocorre biotita granodiorito de granulação grossa, textura inequigranular a porfirítica, metaluminoso à peraluminoso, calcialcalino de alto potássio e magnesiano. Na porção sudeste da área ocorre um biotita monzogranito de granulação grossa, textura equigranular a porfiritica, levemente peraluminoso, calcialcalino de alto potássio e caráter dominantemente ferroso. Datações U-Pb (SHRIMP) mostraram que o biotita monzogranito apresenta uma idade de 1869 ± 10 Ma, similar à Suíte Intrusiva Matupá, enquanto que o biotita granodiorito apresenta idade de 1781 ± 10 Ma, que é a idade esperada para o Granito Peixoto. As duas unidades mostram padrões de elementos terras raras com enriquecimento de leves sobre pesados e anomalia negativa de Eu (LaN/YbN » 7,6 a 17,31 e Eu/Eu* entre 0,46 – 0,72 para o biotita monzogranito e LaN/YbN » 7,13 a 29,09 com razões Eu/Eu* entre 0,25 – 0,40 para o biotita granodiorito). O padrão dos elementos traço para ambos apresenta anomalias negativas de Ba, P, Ti e Nb, indicando uma evolução por fracionamento mineral e associação com fontes modificadas por subducção e envolvimento crustal. Neste trabalho, sugere-se que o monzogranito Matupá foi gerado em ambiente de margem continental ativa, num estágio maduro. Para o biotita-granodiorito Peixoto, duas hipóteses são sugeridas: (a) formação num ambiente de arco magmático mais jovem associado ao Magmatismo Colíder ou (b) gerado em ambiente extensional, relacionado à quebra do efêmero Supercontiente Columbia.

Palavras-chave


Geocronologia; Cráton Amazônico; Alta Floresta; Suíte Intrusiva Matupá.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/Z2317-4889201400030007

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank