Minerais do grupo da eudialita da suíte alcalina Monte de Trigo, Brasil: composição e implicações petrológicas

Gaston Eduardo Enrich Rojas, Excelso Ruberti, Rogério Guitarrari Azzone, Celso de Barros Gomes

Resumo


A suíte alcalina do Monte de Trigo é uma associação sienítico-gabroide que pertence à província alcalina da Serra do Mar. Minerais do grupo da eudialita (EGMs) ocorrem em um dique de nefelina microssienito associados a egirina-augita, wöhlerita, lavenita, magnetita, zircão, titanita, britolita e pirocloro. As principais variações composicionais incluem Si (25,09-25,57 apfu), Nb (0,31-0,76 apfu), Fe (1,40-2,13 apfu) e Mn (1,36-2,08 apfu). Os EGMs também contêm concentrações relativamente altas de Ca (6,13-7,10 apfu), enriquecimento moderado de elementos terras raras (0,38-0,67 apfu) e concentrações relativamente baixas de Na (11,02-12,28 apfu), o que pode ser correlacionado com uma assembleia agpaítica transicional. As composições dos EGMs indicam uma solução sólida complexa entre os componentes eudialita, kentbrooksita, feklichevita, zirsilita-(Ce), georgbarsanovita e manganoeudialita. Análises de elementos traços das EGMs mostram baixas concentrações de Sr e Ba e anomalia negativa de Eu/Eu*, que são interpretadas como uma característica do magma parental por conta do fracionamento de plagioclásio e/ou feldspato alcalino. Os EGMs da borda do dique possuem concentrações maiores de Fe, Sr (2.161–2.699 ppm), Mg (1.179-3.582 ppm) and Zn (732–852 ppm) que aqueles do centro do dique. Essas diferenças estão relacionadas com a incorporação de xenólitos e xenocristais da rocha encaixante melateralítica no magma nefelina-sienítico seguido de trocas difusivas entre os cristais e o líquido.

Palavras-chave


Química mineral; Rochas agpaíticas; Província alcalina da Serra do Mar.

Texto completo:

PDF ePDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/2317-4889201620160075

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank