Caracterização mineralógica e granulométrica dos sedimentos como suporte para análise de contaminação ambiental em nascentes do rio Subaé - Feira De Santana/BA

Maria Alexandra Santivanez Cruz, Leila Thaise Santana de Oliveira Santos, Lilian Graicy Lima Morais Lima, Taise Bomfim de Jesus

Abstract


No presente artigo se determina a composição mineralógica e granulométrica dos sedimentos nas nascentes da Bacia do rio Subaé, como ferramenta de suporte para futuros trabalhos de avaliação geoquímica dos sedimentos das nascentes do rio Subaé-Feira de Santana/BA. Visto que, os sedimentos de fundo desempenham papel importante na avaliação da poluição de mananciais, refletem a qualidade atual do sistema aquático e podem ser usados para detectar a presença de contaminantes, os quais não permanecem solúveis após o seu lançamento em águas superficiais. A necessidade de se conhecer a fração quimicamente ativa tem levado vários pesquisadores a utilizarem frações finas (< 63 μm) para amostragem e análises. Essa fração corresponde ao material mais fino do sedimento de fundo, silte e argila, apresentando maior quantidade de metais que em outras frações granulométricas maiores, mostrando grande interação na superfície do mesmo. A tendência observada é que, quando o grão diminui, as concentrações de nutrientes e contaminantes aumentam no sedimento de fundo. A mineralogia e a granulometria, além de indicarem a hidrodinâmica do sistema e das condições ambientais de sedimentação, também são fatores importantes no controle da distribuição natural e/ou antrópica dos componentes no sedimento consequentemente dos minerais.

Palavras-chave: Minerologia, granulometria, sedimentos, contaminação, nascentes


Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21715/gb.v27i1.339

Refbacks

  • There are currently no refbacks.