DISTRIBUIÇÃO NO TEMPO GEOLÓGICO DOS PRINCIPAIS DEPÓSITOS MINERAIS BRASILEIROS: 2. ÉPOCAS METALOGENÉTICAS

JOÃO C. BIONDI

Resumo


A partir das idades das mineralizações dos 194 depósitos minerais brasileiros mais importantes, foram determinadas épocas metalogenéticas dos principais grupos de depósitos. Frequências menores de depósitos parecem ocorrer em épocas: (1) que antecedem o início dos períodos de maior atividade de acresção de material juvenil e/ou; (2) de resfriamento das rochas formadas em cada um dos principais eventos termo-tectônicos brasileiros. As maiores frequências ocorrem em épocas coincidentes ou imediatamente posteriores a esses períodos. A época metalogenética mais importante, que contém cerca de 30% dos depósitos selecionados, situa-se desde 50 Ma até o Recente, na qual estão os depósitos supergênicos e/ou residuais e em aluviões. Os depósitos vulcanogênicos (VHMS), os do tipo Mississipi Valley (MVT) e os mesotermais com ouro têm idades geralmente discordantes com equivalentes de outros países, enquanto os depósitos considerados SEDEX em sua maioria têm idades coincidentes. Com a exceção de Urucum, a mineralização primária de ferro e de manganês dos depósitos brasileiros é Arqueana. Os depósitos primários de estanho do Amazonas, do Amapá e de Goiás constituem grupos com idades entre 1500 e 2300 Ma. Os depósitos rondonianos e matogrossenses em sua maioria formaram-se no intervalo 1000-1600 Ma, imediatamente em sequência aos dos outros grupos. Os depósitos de urânio ocorrem em modelos variados com idades também muito variadas, consequentes da grande mobilidade desse elemento em todos os ambientes geológicos. A maioria dos depó'sitos de fosfato, titânio, nióbio, Terras Raras, diamantes em kimberlitos e de ametista são Mesozóicos, geneticamente relacionados ao magmatismo que afetou grande parte do território brasileiro naquela época. O Brasiliano é a época de maior frequência em depósitos de pedras preciosas (turmalina, água marinha) e de talco e magnesita. Gipsita, sil vita e barita estão em evaporitos com idades entre o Senoniano e o Aptiano.

Palavras-chave


Depósitos minerais brasileiros; Épocas metalogenéticas. Distribuição no tempo dos depósitos minerais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.