DISCUSSÃO: O SUPERGRUPO ESPINHAÇO EM MINAS GERAIS: REGISTRO DE UMA BACIA RIFTE-SAG DO PALEO-/MESOPROTEROZÓICO, DE MARCELO A. MARTINS-NETO. 1998. RBG 28 (2): 151-168

PEDRO ÂNGELO A LMEIDA-ABREU, FRIEDRICH E. RENGER

Resumo


Há sempre uma certa carga de constrangimento quando contestamos o trabalho apresentado por outro pesquisador, mesmo se em torno de um ponto ou questão específica. Muitas vezes, por isso - rigor científico à parte - evita-se a disputa mas, neste caso, a área abordada representa o "Laboratório de Campo" dos cursos de mapeamento geológico ministrados pelo Centro de Geologia Eschwege (CGE) do IGC/UFMG e, então, a contestação deve ser feita também no sentido de valorizar as atividades didáticas não apenas sob o prisma da docência mas, sobretudo, do ponto de vista dos estudantes pois nos experimentos de laboratório e nos conceitos científicos lecionados é que fundamentam o seu aprendizado

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.