ACREÇÃO ARQUEANA NO MACIÇO SÃO JOSÉ DO CAMPESTRE, PROVÍNCIA BORBOREMA, NORDESTE DO BRASIL

ELTON LUIZ DANTAS, PETER CHRISTIAN HACKSPACHER, WILLIAM RANDALL VAN SCHMUS, BENJAMIN BLEY DE BRITO NEVES

Resumo


Resultados preliminares obtidos através de geocronologia U/Pb e Sm/Nd para o Macico São José do Campestre mostra evidências de três diferentes fases de petrogênese Arqueana. A primeira fase ocorreu em torno de 3,45 Ga e envolve retrabalhamento de uma antiga crosta primitiva. A segunda fase desenvolveu-se durante o Meso-Arqueano (3,2 Ga) e e caracterizada pela formação de crosta juvenil e grande geração de rochas trondhjemíticas. O ultimo evento de magmatismo ocorreu ao redor de 2,7 Ga (durante o Neo-Arqueano) é representado por magmas ricos em álcalis. Estes diferentes eventos de acreção de crosta continental no Arqueano são uma relevante contribuição para o conhecimento da história tectônica regional da Província Borborema.

Palavras-chave


Crosta Arqueana; Geocronologia U/Pb e Sm/Nd; Crosta juvenil e retrabalhada; Província Borborema.

Texto completo:

PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.