CONTROLE DAS TRANSFORMAÇÕES NOS PADRÕES DE EGP PELO ESTUDO DA GEOQUÍMICA DA CROMITA

MARCOS TADEU DE FREITAS SUITA, LÉO AFRANEO HARTMANN

Resumo


O estudo de elementos do grupo da platina (EGP) em complexos máfico-ultramáficos (CMU) de natureza variada, mostra que corpos não deformados e não metamorfizados são ricos em elementos do grupo do Pd (PEGP) nos tipos estratiformes e no grupo do irídio (IEGP) nos ofiolíticos. Diferentes tipos de CMU modificados (com deformação, metamorfismo e/ou hidrotermalismo variados) mostram padrões anornalos: macicos estratiformes podem possuir padrões normalizados de IEGP do tipo ofiolítico e corpos ofiolíticos padrões ricos em PEGP, do tipo estratiforme. A composição do núcleo da cromita de cromititos maciços, mais refrataria durante modificações pos-magmáticas, tende a ser menos modificada e indica a extensão das mudanças em CMU de qualquer natureza. As condições comuns de metamorfismo de facies xistos verdes de rochas máfica-ultramáficas, em especial se existem fluídos ricos em CO2, indicam as condições ideais sob as quais pode ocorrer a mobilização e lixiviação preferencial de Rh, Pt, Pd e Au destas rochas. Sob estas condições, rochas cromitíferas estratiformes severamente deformadas, metamorfizadas e/ou hidrotermalizadas podem desenvolver padrões pobres em PEGP e ricos em IEGP do tipo ofiolítico, e cromititos ofiolíticos podem ter padrões ricos em PEGP, similares aos dos corpos estratiformes. Para interpretar padrões de EGP+Au em CMU modificados e necessário conhecer a evolução geoquímico-petrológica dos cromititos associados.


Palavras-chave


Transformações; Geoquímica de cromititos; Padrões de EGP+Au; Complexos máfico-ultramáficos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.