GEOQUÍMICA DOS ORTOGNAISSES GRANULÍTICOS DO COMPLEXO JUIZ DE FORA, SEGMENTO CENTRAL DA FAIXA RIBEIRA, BRAZIL

BEATRIZ PASCHOAL DUARTE, MÁRIO C. H. FIGUEIREDO, MÁRIO CAMPOS NETO, MONICA HEILBRON

Resumo


O Complexo Juiz de Fora (CJF) foi investigado em sua área-tipo (região de Juiz de Fora, MG) e está inserido em um contexto de evolução geológica complexa, policíclica, com o envolvimento de eventos deformacionais e metamórficos de alto grau recorrentes, que se desenvolveram desde o Arqueano até o Neoproterozóico-Neocambriano. O CJF é constituído de ortognaisses, migmatitos e metabasitos na fácies granulito, tendo, subordinadamente, ortognaisses na fácies anfïbolito. O mapeamento geológico mostrou que o CJF ocorre como escamas tectônicas interdigitadas a rochas metassedimentares pós-1.8 Ga., com paragêneses da fácies anfïbolito, e a paragnaisses migmatíticos com ortopiroxênio. Eventos tectônicos recorrentes obliteraram generalizadamente as feições e a paleogeografïa original. O artigo visa investigar as características litogeoquímicas dos ortogranulitos do CJF e elucidar aspectos da sua evolução magmática original e ambiente geotectônico. Dados de campo e petrográficos permitem subdivir estes ortogranulitos em granulitos máficos, intermediários e félsicos. Os elementos imóveis e ETR sugerem que (a) os granulitos máficos são toleiitos de provável evolução a partir de um mesmo magma parental, (b) os intermediários e félsicos são calcioalcalinos e possuem evidências que sugerem relação petrogenética entre alguns de seus litotipos, e (c) nenhuma relação petrogenética parece existir entre os granulitos máficos e os demais.

Palavras-chave


Geoquímica; Granulito; Faixa Ribeira; Precambriano.

Texto completo:

PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.