GEOQUÏMICA E GEOCRONOLOGIA DE ROCHAS GNAÍSSICAS PALEOPROTEROZÓI- CAS DO COMPLEXO PARAÍBA DO SUL (UNIDADE QUIRINO), REGIÃO DE BARRA MANSA, RIO DE JANEIRO, BRASIL

CLAUDIA SAYAO VALLADARES, MONICA HEILBRON, MÁRIO CESAR HEREDIA DE FIGUEIREDO, WILSON TEIXEIRA

Resumo


Este trabalho apresenta e discute novos dados de geoquímica das rochas ortognaíssicas do Complexo Paraíba do Sul (CPS), aflorantes ao NW do Estado do Rio de Janeiro, denominadas de Unidade Quirino. São também discutidos os dados de geocronologia U-Pb, da referida Unidade (obtidos no GEOTOP-UQAM, Canadá), apresentados em Valladares (1996) e em Machado et al. (1996). A Unidade Quirino, juntamente com as unidades metassedimentares do CPS e os granitóides intrusivos, estes últimos gerados durante a Orogênese Brasiliana, compreendem o Domínio Tectônico Paraíba do Sul (DTPS) ou Domínio Tectônico Superior, no âmbito do segmento central da Faixa Ribeira. A Unidade Quirino ocorre como extensos corpos de gnaisses homogêneos em fácies anfibolito alto, com hornblenda e/ou biotita, perfazendo ca. de 50% da área mapeada e 70% em superfície do DTPS. Foi gerada a 2185±3 Ma e 2169±3 Ma (dados U-Pb em zircão), e está temporalmente relacionada a evolução do Ciclo Transamazônico. Idades mínimas de 2846 Ma e 2981 Ma (dados U-Pb em zircão), revelam a pré-existência de crosta arqueana como fonte de Pb para parte dos gnaisses investigados. As investigações geoquímicas realizadas nos ortognaisses da Unidade Quirino revelaram a existência de duas suítes calcio-alcalinas: uma de médio- a alto-K e outra de alto-K, enriquecida em LILE. As características geoquímicas e as idades U-Pb obtidas permitem uma correlação tectônica da Unidade Quirino com granitóides cálcio-alcalinos relacionados a arcos magmáticos, gerado durante a Orogênese Transamazônica (2,2 - 1,9 Ga). Idades entre 605-503 Ma (dados U-Pb em zircão e titanita) indicam retrabalhamento da Unidade Quirino durante a Orogênese Brasiliana (700-450 Ma).

Palavras-chave


Faixa Ribeira; Granitóides cálcio-alcalinos; Orogênese Tranasamazônica; Orogênese Brasiliana.

Texto completo:

PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.