PADRÃO DE FRATURAMENTOS DO MACIÇO ALCALINO DE CANANÉIA, ESTADO DE SÃO PAULO: RELAÇÕES COM A TECTÔNICA MESOZÓICO-CENOZÓICA DO SUDESTE DO BRASIL

CLÁUDIO RICCOMINI

Resumo


O Maciço Alcalino de Cananéia é um pequeno stock, de forma elíptica, localizado na cidade homônima, na porção sul do Estado de São Paulo. A análise do padrão de fraturamento do maciço indicou a provável vigência de duas fases de deformação, a primeira com extensão NE-SW, de idade cretácea superior, e a segunda, com caráter transcorrente sinistrai, de direção E-W, com compressão NE-SW e extensão NW-SE, de idade paleogênica, provavelmente eocênica. Estas duas fases apresentam relações com deformações ocorridas ao longo das feições tectônicas regionais, estando a primeira fase ligada à extensão ao longo do Alinhamento de Guapiara, que integra o Arco de Ponta Grossa, e a segunda com a transcorrência sinistrai, de direção E-W, que propiciou a reativação cenozóica de antigas zonas de cisalhamento de direções ENE-WSW a E-W de idade proterozóica, estas também responsáveis pela instalação e deformação das bacias que compõem o Rift Continental do Sudeste do Brasil.

Palavras-chave


Tectônica rúptil; Maciço Alcalino de Cananéia; Ríft continental cenozóico; São Paulo; Brasil.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.