DEFORMAÇÃO E METAMORFISMO DAS SEQÜÊNCIAS JUSCELÂNDIA E SERRA DA MALACACHETA, COMPLEXO BARRO ALTO, GOIÁS

RENATO DE MORAES, REINHARDT A. FUCK

Resumo


As seqüências Juscelândia e Serra da Malacacheta fazem parte do Complexo Barro Alto, localizado na porção central do Estado de Goiás. Em uma seção geológica de sul para norte, a seguinte sucessão tectono-estratigráfica é reconhecida: i) granulitos máficos a félsicos, ii) sillimanita-granada quartzito, iii) (granada) anfibolito bandado, iv) (granada) anfibolito fino (metabasalto) com intercalações de metacherte e rochas calcissilicáticas, v) biotita gnaisse granítico (metagranitóide) cortado por diques de (granada) anfibolito fino, vi) gnaisse, xisto feldspático e mica xisto (vulcânica félsica e tufo), vii) xisto e filho com intercalações de anfibolito e biotitamuscovita gnaisse. As unidades i e ii representam a seqüência Serra de Santa Bárbara, a unidade iii representa a seqüência Serra da Malacacheta, enquanto que as unidades iv até vii são incluídas na seqüência Juscelândia. Quatro fases de deformação foram reconhecidas. As duas primeiras foram geradas em um evento progressivo e são responsáveis pela implantação da foliação principal (Sn), de dobras fechadas e uma lineação direcional (Ln). Sn é definida por minerais de fácies anfibolito e possui direção EW, mergulhando 55° para norte. A lineação de estiramento associada tem caráter direcional e caimento suave para oeste. Os indicadores cinemáticos e a relação entre a foliação principal e a lineação de estiramento indicam que as estruturas foram geradas em uma rampa lateral de uma estrutura maior de cavalgamento, com transporte tectônico para leste. As outras duas fases de deformação são responsáveis por dobras abertas associadas com recristalização de fácies xisto verde. Porfiroblastos de granada, estaurolita e cianita sobrecrescem Sn, indicando que o pico do metamorfismo foi tardio em relação à deformação principal. As condições do metamorfismo que afetou as rochas da seqüência Juscelândia foram calculadas em 520°C e 5,5 kbar, enquanto as condições para as rochas da seqüência Serra da Malacacheta alcançaram 720°C e 8,5 kbar. As relações texturais dos minerais dos micaxistos da seqüência Juscelândia indicam um padrão PT horário para o metamorfismo.

Palavras-chave


Metamorfismo; Rampa lateral; Seqüência Juscelândia; Seqüência Serra da Malacacheta; Complexo Barro Alto.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.