PRINCIPAIS ESPÉCIES DE FORAMINÍFEROS E BRIOZOÁRIOS DO ATOL DAS ROCAS

ALTAIR DE JESUS MACHADO, FACELUCIA BARROS CORTES SOUZA

Resumo


Na reserva biológica do Atol das Rocas ocorre uma abundante e bem diversificada microfauna de foraminíferos. Do total de 74 espécies identificadas, 5 s3o freqüentes, e são elas: Archaias angulatus, Amphistegina lessonii, Gypsina vesicularis, Sorites marginalis e Heterostegina suborbicularis. O gênero Triloculina apresenta maior diversidade nas amostras da ilha do Farol e do topo recifal, zonas que são mais expostas durante a baixa-mar. Os Miliolídeos e os Rotaliideos são predominantes, refletindo o ambiente típico de águas marinhas normais a hipersalinas. A composição da microfauna de foraminíferos apresenta diferentes características nos diversos sub-ambientes recitais. Das 35 amostras, apenas 27 contem fragmentos de briozoários. O número de espécies (23), muito embora proporcionalmente inferior a dos foraminíferos (74), sugere que o ambiente do Atol das Rocas é favorável ao desenvolvimento desses animais. A sua freqüência média de 9 fragmentos/l OOg de sedimento é relativamente baixa, e isto pode ser atribuído ao impacto das ondas, em águas rasas, provocando a fragmentação das colônias. Das 23 espécies, predominam os queilostomos dos gêneros Scrupocellaria, Schizoporella, Smittina e Celleporaria sendo que as espécies Onychocella americana e Reptadeonella violacea, são as mais comuns, ocorrendo com freqüência de 5%.

 


Palavras-chave


Foraminíferos; Briozoários; Atol das Rocas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.