OCORRÊNCIA NATURAL E ANTROPOGÊNICA DE CI-, Na+, NO-3, NH+4 E SO2-4 NA BACIA DO RIO QUILOMBO - (CUBATÃO - SP)

OLGA M. DANELON, LYCIA M. MOREIRA-NORDEMANN

Resumo


De abril de 1984 a outubro de 1985 foram medidas as concentrações de SO2-4, NO-3, NH+4, Na+ e Cl- nas águas pluviais e fluviais no vale do Rio Quilombo, região de Cubatão (Estado de São Paulo - Brasil), a fim de estabelecer um balanço geral desses íons na bacia. Os resultados obtidos foram interpretados em função da contribuição natural e antrópica. Os balanços para Na+ e NO-3 mostraram que a entrada total (deposição seca + úmida) é menor do que a saída total na água do rio, sendo obtido assim um balanço positivo. O balanço iônico foi negativo para SO2-4 e Cl- , e a razão Cl- /SO2-4 é maior do que um. Uma experiência de lixiviação dos solos de Cubatão, em laboratório, mostrou que SO2-4 e Cl- são adsorvidos e/ou absorvidos por eles. Esta absorção, seguida pela retenção no mangue, explica a baixa concentração destes íons nas águas do Rio Quilombo, embora a entrada iônica no vale do Quilombo através da atmosfera seja muito alta.

Palavras-chave


Poluição; Balanço iônico; Rio Quilombo; Cubatão.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.