FACIOLOGIA E ANÁLISE PALEOAMBIENTAL DA SEQÜÊNCIA DEPOSICIONAL FURNAS-LAJEADO (GR. AÇUNGUI), DE IDADE PROTEROZÓICA

FERNANDO A. PIRES

Resumo


A pesquisa desenvolvida estudou os indicadores paleoambientais da Seqüência deposicional Fumas-Lajeado, unidade informal do Grupo Açungui, de idade proterozoica indiferenciada. Apresenta uma concepção dos ambientes de sedimentação pela interpretação dos processos sedimentares, análise de fácies, análise seqüencial e reconhecimento do episódio deposicional. A Seqüência Furnas-Lajeado possui aproximadamente 1.600 m de espessura máxima, constituída, predominantemente, por metassedimentos carbonáticos. Foram interpretadas fácies relacionadas a turbiditos arenosos, tempestitos, plataforma, turbiditos distais, brechas intraformacionais e deposição pelágica/ hemipelágica; pela associação das fácies foram definidos os sistemas plataformal, de transição e rampa carbonática. O modelo proposto à sedimentação da seqüência compreende uma plataforma rasa sob o domínio de ondas, que transiciona para o talude e áreas associadas (rampa carbonática). A Seqüência Furnas-Lajeado representa a sedimentação progradacional durante um episódio regressivo.

Palavras-chave


Faciologia; Paleoambientes; Carbonates; Grupo Açungui; Proterozóico.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.